quarta-feira, 30 de junho de 2010





Eu sou mulher, cobiçada, desejada, amada.
Sou frágil como uma flor, forte como um gigante
Quando sou fraca me aconchego no teu calor
Quando sou força te dou o meu amor
Eu sou mulher, de alma fria, pele macia
Sou feitiço que vicia, um ritual de magia
Uma poesia que o ventou levou
Uma melodia que o amor consagrou
Eu sou mulher, completa em todas as formas
Ignoro normas, evito avisos, não temo os perigos,
E, portanto, digo, sou repleta de desejos,
Cheia de medos, que transbordam pelas bordas
E se derrama pelos teus beijos.

Um comentário:

Amante do amor disse...

Adorei!!
Muito bom!!
Posso colocar no perfil do meu orkut?
Bjos