quarta-feira, 30 de junho de 2010

Mulher





Eu sou mulher e necessito de cuidados
De afagos, de olhares
Eu avisei, eu implorei
Mas você não enxergou minha dor, meu sofrer
Você não percebia, não me dava atenção
Eu estava sempre ali, com unhas e boca pintadas
Com meu melhor perfume, com roupas insinuantes
Mas você não via, só enxergava o pior de mim
Foi sempre assim, você longe de mim
Na verdade você nunca foi minha
Mas você me chamava de sua rainha
De sua esposa, de sua mulher, de sua família
Dizia que me amava e chorava com medo de me perder

Nenhum comentário: